Editorial: Na linha da frente

Editorial: Na linha da frente

Nem mesmo a fase de pandemia da Covid-19 esmoreceu o desejo de muitos angolanos passarem um Natal feliz. Talvez o facto de se ter vivido um ano cheio de incertezas, em que o confina- mento ainda é uma constante, tenha aguçado este desejo.

Às centenas ou aos milhares, muitos deslocaram-se às ruas, lojas, realizaram viagens até mesmo para locais distantes como se nada estivesse a acontecer. Infelizmente, o inimigo invisível ainda está à solta.

O que fará com que o pessoal da linha da frente seja, uma vez mais, chamado a dar o seu melhor para contrariar o aumento de casos e recuperar mais infectados. É esta Linha da Frente que hoje receberá a visita e o carinho da ministra da Saúde, Silvia Lutukuta e pares, para que este dia seja vivido com alguma dignidade.