PCA diz que antigo modelo de gestão do Porto do Lobito prejudicou a empresa

PCA diz que antigo modelo de gestão do Porto do Lobito prejudicou a empresa

O responsável reitera, porém, os efeitos da pandemia da Covid-19 no que a arrecadação de receitas diz respeito, tendo gerado redução de 12 mil milhões de kwanzas, em 2019. A empresa, para o presente exercício económico, conta com uma arrecadação na ordem dos 10 mil milhões de kwanzas. Falando à emissora provincial de Benguela, o responsável referiu que o caminho a seguir, para um porto que se requer rentável, é a privatização de alguns serviços, cujos concursos já estão abertos.

Neste sentido, Celso Rosas sublinha o facto de estarem a perfilar vários empresários interessados em aderir ao concurso público, entre nacionais e estrangeiros.

OPAÍS sabe que empresários Belgas estão interessados em ficar com alguns serviços daquela empresa pública. Aliás, esta pretensão foi manifestada pelo chefe da missão diplomática daquele país europeu.

POR: Constantino Eduardo, em Benguela

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.