Milhões de americanos perdem benefícios de seguro-desemprego, enquanto Trump se recusa a assinar projecto de lei

Milhões de americanos perdem benefícios de seguro-desemprego, enquanto Trump se recusa a assinar projecto de lei

Milhões de americanos viram o seu seguro- desemprego expirar neste Sábado, depois que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusou a sancionar um pacote de ajuda e gastos para a pandemia de USD 2,3 triliões, dizendo em protesto que isso não ajudava as pessoas comuns.

Trump surpreendeu tanto republicanos quanto democratas quando disse, esta semana, que estava insatisfeito com o enorme projecto de lei, que fornece USD 892 biliões em alívio do coronavírus, incluindo benefícios especiais de desemprego que expiraram, ontem, 26 de Dezembro, e USD 1,4 trilião para gastos normais do governo.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.