Angola regista perda de mais de 7 mil empregos desde Janeiro

Angola regista perda de mais de 7 mil empregos desde Janeiro

O Governo angolano, por intermédio da Inspenção Geral do Trabalho (IGT), registou a perda de 7 mil 177 postos de empregos por conta da pandemia da Covid-19. No mesmo período, foram suspensos igualmente um total de 14 mil e 594 contractos de trabalho, sendo os sectores dos petróleos, serviços, saúde, comércio e indústria como os mais afectados, conforme explicação do inspetor-geral do Trabalho, Vacile Agostinho.

Já a ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Dias, deu a conhecer que, apesar destas perdas de emprego, durante o primeiro semestre do ano em curso, foi registada a geração de 19 mil (19.000) novos postos de trabalho e, para o terceiro trimestre, registou–se a geração de cinco mil quatrocentos e quarenta e três (5.443) novos postos de trabalho.

Segundo a governante, apesar do impacto provocado pela Covid-19, gerou-se um total de 24.443 (vinte e quatro mil e quatrocentos e quarenta e três) empregos até ao 3.º trimestre de 2020. De acordo ainda com Teresa Dias…

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.