Covid-19: MINJUD pode ajudar clubes a “violarem” fronteiras suspensas

Covid-19: MINJUD pode ajudar clubes a “violarem” fronteiras suspensas

Depois de Angola suspender as ligações aéreas, terrestres e marítimas com a África do Sul, Austrália, Nigéria e Reino Unido, devido ao surgimento da nova estirpe da Covid-19, a ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto, revelou que o órgão que dirige vai criar condições para que os representantes angolanos possam disputar os jogos das Afrotaças.

Por ocasião da audiência concedida aos responsáveis federativos, Ana Paula Sacramento Neto explicou que o ministério deverá ter o dossier sobre os representantes do país nas Afrotaças, para facilitar a realização de testes à Covid-19, bem como a saída e entrada no país dos intervenientes.

“Só depois da entrega do dossier, no caso por parte da Federação Angolana de Futebol (FAF), ao departamento ministerial será possível trabalhar com a Comissão Multissectorial na busca de soluções para a realização dos testes de Covid-19 a estes intervenientes”, disse a ministra.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.