Editorial // Violência pandémica

Editorial // Violência pandémica

Desde os primeiros três meses deste ano que a maioria dos angolanos se viu confinada por força da pandemia. Foi uma fase em que mais se esperava que os angolanos e todos aqueles que escolheram este país para viver se preocupassem mais em preservar os seus e fazer com que os casos de Covid-19 não atingissem números estratosféricos como os que vamos assistindo.

Infelizmente, este período vai-se transformando também naquele em que os casos de violência doméstica se vão agudizando. Este aumento deve merecer das autoridades, com destaque para o Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, uma outra abordagem.

A cada dia que passa a comunicação social vai relatando episódios horripilantes em números mais desastrosos do que a própria pandemia.