Morre a 2.ª criança esfaqueada pelo pai

Morre a 2.ª criança esfaqueada pelo pai

A criança ainda lutou pela vida no hospital Geral de Benguela, para onde tinha sido levada tão logo ocorreu o incidente no bairro do Ndokota, em Benguela. O quadro clínico da criança inspirava cuidado, por causa dos hematomas na cabeça, fruto da agressão. O presumível autor já está a contas com a justiça.

Rezam os factos que o progenitor chegou a casa e, sem razões aparentes, terá começado a molestar duas das três crianças que se encontravam em casa. Testemunhas oculares não encontram justificações para aquilo que consideram de tamanha brutalidade a duas crianças indefesas, por sinal seus filhos.

De acordo com o porta-voz do comando provincial da Polícia Nacional em Benguela, inspector-chefe Ernesto Chiwale, o suspeito já foi presente ao Ministério Público para ulteriores passos processuais.

POR: Constantino Eduardo, em Benguela

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.