2020 // Zenu e pares condenados

2020 // Zenu e pares condenados

O antigo presidente do Conselho de Administração do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos “Zenu”, foi condenado na pena de cinco anos de prisão maior, pelo Tribunal Supremo, depois de oito meses de julgamento. O filho do ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, foi um dos arguidos do conhecido “Caso 500 milhões”, que envolveu, também, o ex-governador do Banco Nacional de Angola, Walter Filipe, condenado na pena de oito anos de prisão maior.

No mesmo processo, foram igualmente condenados António Bule, na pena de cinco anos de prisão, e George Gaudens, com seis anos, num caso que remonta a Agosto de 2017, altura em que os arguidos criaram um esquema para a transferência ilegal de USD 500 milhões do BNA para uma conta bancária na Inglaterra.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.