Caso insólito no judo marca 2020

Caso insólito no judo marca 2020

Este ano, foram eleitos e tomaram posse, de forma inédita no desporto angolano, dois presidentes na Federação Angolana de Judo (FAJ), nomeadamente, Hermenegildo Correia dos Santos e Yuri Jaime de Matos Vilarigues. Na sequência deste caso insólito, o Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD), encabeçado por Ana Paula do Sacramento Neto, constituiu uma Comissão Independente, que está a ser coordenada por Cardoso de Lima, para analisar o caso.

Entretanto, este desporto de combate não foi apenas marcado por tristezas, neste ano, a judoca Neide Diassonema, de 24 anos, conquistou o Campeonato Africano de judo, na categoria de -57 kg, disputado no Madagáscar. Com a vitória, a jovem campeã garantiu o apuramento aos Jogos Olímpicos de Tokyo (Japão), marcados para Agosto de 2021