PRODESI em alta

PRODESI em alta

A implementação do Prodesi e o anúncio do alívio de USD 6 mil milhões (aproximadamente AKZ 3,9 biliões) que Angola espera obter até Junho de 2023, em negociações da dívida pública com credores dentro e fora do G20, marcaram, significativamente, aactividade económica do país no ano de 2020. O Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações afigurou-se como importante alavanca do sector produtivo, num altura em que o país se ressente do impacto negativo da Covid-19 sobre o tecido empresarial.

Em termos concretos, o Prodesi financiou, este ano, 661 projectos (na ordem dos 55,1 por cento) avaliados em 727 mil milhões de Kwanzas, conforme dados do Governo. Neste período, em que o país fez aprovar um Orçamento Geral do Estado para 2021 com menos previsão de receitas e despesas, foram submetidos à banca, ao abrigo deste programa do Executivo, mil e 199 projectos, dos quais 661 aprovados. Segundo os dados oficiais, outros 191 estão em negociações, sendo que o Prodesi permitiu a criação de 54 mil e 241 empregos e o registo de 4 mil produtores.

A implementação do programa permitiu a diminuição das importações e a substituição de produtos importados, pela produção nacional, o que fez aumentar a produção de produtos básicos, como a batata, milho, cereais, raízes, tubérculos, hortícolas e ovos. Ao longo do ano, foram reportados mil e 33 contratos no âmbito do Decreto Presidencial 23/19 e no âmbito dos Operadores de Comércio e Distribuição, sendo a Direcção Nacional do Comércio Externo (251), indústria (43), pesca e aquicultura (25), operadores de comércio e distribuição (288) e cooperativas (272).

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.