Sector dos transportes profundamente afectado

Sector dos transportes profundamente afectado

O sector dos transportes terá sido um dos que mais se ressentiu da atipicidade do ano de 2020, com alterações profundas no modus operandi de todas as plataformas, sendo a aérea a mais atingida. Um pouco por todo o mundo as frotas tiveram de ficar em terra depois da Covid-19 ter forçado o encerramento de fronteiras e o confinamento dos cidadãos paralisando negócios e turismo. Cá entre nós a TAAG (nossa companhia de bandeira) também pagou uma factura muito alta com a paralisação das operações internacionais e nacionais. Depois de um grande investimento na renovação da frota, na esperança de rentabilizá-la, a pandemia fez com que os gestores do sector tivessem de “puxar dos galões” e reinventarem formas geniais para evitar a falência.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.