Executivo reitera necessidade de honrar memória dos heróis da Baixa de Cassanje

Executivo reitera necessidade de honrar memória dos heróis da Baixa de Cassanje

Ao discursar no acto central do Dia dos Mártires da Repressão Colonial (4 de Janeiro), o ministro disse ser imperioso que os angolanos conheçam profundamente a história dos Mártires da Repressão Colonial, sobretudo a juventude, a força motriz da sociedade.

Na sua óptica, o esforço e sacrifício consentidos pelos camponeses da Baixa de Cassanje projectaram o nome de Angola e do seu povo por toda a África e pelo mundo.

Acrescentou que o 4 de Janeiro trouxe consigo espírito de luta para a conquista dos direitos no mundo do trabalho, contra a humilhação e as assimetrias económicas, para a liberdade e contra todas as injustiças.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.