Exposição colectiva em alusão ao Dia da Cultura Nacional homenageia pintor Paulo Jazz no Siexpo

Exposição colectiva em alusão ao Dia da Cultura Nacional homenageia pintor Paulo Jazz no Siexpo

A jornada comemorativa do 8 de Janeiro, consagrado Dia da Cultura Nacional, teve início esta Segunda-feira, no Salão Internacional de Exposições (Siexpo), em Luanda, com a inauguração de uma exposição colectiva de artes plásticas, homenageando o pintor e desenhista Paulo Jazz, falecido no passado mês de Dezembro, vítima de doença.

A mostra, reunindo obras de pintura, desenho, escultura, instalações e vídeo, é ilustrada por técnicas e materiais diversificados de consagrados artistas plásticos angolanos, intitula-se “Plasticidades Anti-Covid-19: Um Tributo ao Artista Plástico Paulo Jazz” e conta com o apoio da Empresa Nacional de Seguros de Angola (ENSA) e de coleccionadores particulares. A sessão inaugural da colecção foi presenciada pelo titular da pasta da Cultura. Jomo Fortunato reafirmou, na ocasião, a estratégia do sector em redinamizar o espaço (Siexpo), bem como o da criação de um Conselho de Curadores, de modo a efectivar-se uma agenda regular de exposições ao longo do ano.

Jomo Fortunato enalteceu a pronta colaboração da seguradora angolana ENSA, destacando, na sua alocução, os contornos estéticos desta colecção, que, no seu entender, celebram os traços da simbologia cultural angolana. O governante admitiu que, nesta época da Covid-19, os artistas têm encontrado imensas dificuldades para trabalharem, situação que se tem reflectido negativamente nas suas vidas, daí a necessidade de se encontrar uma estratégia criativa para inverter o referido quadro.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.