PR lamenta morte do nacionalista Ludy Kissassunda

PR lamenta morte do nacionalista Ludy Kissassunda

Na mensagem de condolências endereçada à família do nacionalista e antigo governador das províncias do Zaire e de Malanje, o Presidente da República manifestou tristeza e consternação pelo falecimento do General “Ludy Kissassunda”.

“Com profundo pesar tomei conhecimento do falecimento, aos 88 anos, do General “Ludy Kissassunda”, nacionalista da geração da luta armada pela Independência Nacional”, expressa o Estadista angolano na sua mensagem de condolências extensiva aos amigos e companheiros de geração do malogrado.

Com a partida do General “ Ludy Kissassunda”, destaca a mensagem de João Lourenço, reduz-se o número daqueles que, desde a primeira hora, lutaram para sermos hoje independentes e livres. Na mensagem, o Chefe de Estado angolano sublinha, ainda, o facto de “Ludy Kissassunda” ter sido integrante do “famoso Esquadrão Kamy”, da primeira delegação do MPLA que chegou a Luanda e de ter desempenhado, depois da Independência, a 11 de Novembro de 1975, “importantes funções no Aparelho do Estado”.

“Ludy Kissassunda”, que nasceu na província do Zaire e cedo aderiu à luta contra o colonialismo português, foi membro do Bureau Político e do Comité Central do MPLA, bem como do Conselho da Revolução.

(Angop)