FMI termina 4.ª avaliação a Angola e desembolsa 487,5 milhões de dólares

FMI termina 4.ª avaliação a Angola e desembolsa 487,5 milhões de dólares

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou, Segunda-feira, o desbloqueio de 587,5 milhões de dólares para Angola, quando o país enfrenta a pandemia e regista fracas receitas na indústria petrolífera

O FMI conclui a quarta revisão do programa económico de Angola, apoiado por um acordo alargado ao abrigo do Mecanismo de Financiamento Alargado o que permite um desembolso imediato de 487,5 milhões de dólares, elevando o total dos desembolsos ao abrigo do acordo para cerca de três mil milhões de dólares, conforme o comunicado tornado publico.

O acordo alargado a três anos para Angola foi aprovado a 7 de Dezembro de 2018, no montante de cerca de 3,7 mil milhões de dólares, para “restaurar a sustentabilidade externa e fiscal, melhorar a governação e diversificar a economia, promovendo um crescimento económico sustentável, liderado pelo sector privado”.

Aquando da terceira revisão, o FMI também aprovou o pedido das autoridades angolanas um aumento 765 milhões de dólares, para apoiar os seus esforços na mitigação do impacto da Covid-19 e sustentar a implantação da reforma estrutural.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.