Líder religioso condena destruição do templo em Cacuaco

Líder religioso condena destruição do templo em Cacuaco

A construção da igreja foi autorizada pela administração municipal, mas depois foi demolida sem explicação convincente

O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo (INSJCM), Os Tocoistas, Dom Afonso Nunes, condenou as constantes demolições de residências de cidadãos no município de Cacuaco, em Luanda.

Dom Afonso Nunes, que falava à imprensa à margem das festividades do 37º aniversário do sepultamento do profeta Simão Gonçalves, disse ser inconcebível que a Administração Municipal destrua residências de pacatos cidadãos, sob alegação de serem erguidas em reservas fundiárias do Estado.

Disse ser uma prática inconcebível, pois as administrações municipais deixam os cidadãos construírem e, depois de concluídas, são destruídas, deitando para baixo todo um esforço de quem com parcos recursos ergueu com muito sacrifício a sua residência.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.