Proposta de Lei do Voluntariado promove coesão social com enfoque nas políticas públicas

Proposta de Lei do Voluntariado promove coesão social com enfoque nas políticas públicas

O diploma que orienta o funcionamento do voluntariado no país será discutido amanhã, em sessão plenária, na Assembleia Nacional, seguido da aprovação na generalidade

A proposta de Lei do Voluntariado vai estabelecer as bases para a promoção de uma cultura de solidariedade, coesão social e reforço dos valores de cidadania, segundo pressupostos contidos no seu parecer aprovado, ontem, por unanimidade, pelas comissões de especialidade da Assembleia Nacional (AN).

A mesma será materializada mediante políticas públicas transversais para os diferentes entes públicos e privados, em particular os cidadãos na sua dimensão individual.

Em declarações à imprensa, o deputado Alcides Sakala, do grupo parlamentar da UNITA, considerou oportuna a discussão desta proposta de lei, uma vez que o voluntariado tem de ser incentivado no país como factor de “construção” no que concerne a coesão social ao nível das comunidades.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.