MED autoriza escolas a examinarem alunos que estudaram à distância em 2020

MED autoriza escolas a examinarem alunos que estudaram à distância em 2020

O Ministério da Educação (MED) autorizou as instituições de ensino privadas, público-privadas e públicas que ministraram aulas, nas variadas metodologias de ensino à distância, nos níveis de Ensino Primário e Secundário durante a suspensão das actividades lectivas presenciais em 2020, a avaliarem os alunos

As provas de aferição e de exame serão realizadas de modo presencial no período de 25 de Janeiro a 3 de Fevereiro do corrente ano, ao passo que a realização das provas de aferição das classes de transição do Ensino Primário vão decorrer após o reinício da actividade lectiva presencial, com calendário a definir oportunamente, de acordo com documento a que OPAÍS teve acesso.

De acordo com o Decreto Executivo nº 1/2021, de 14 de Janeiro, exarado pelo MED, os alunos das classes de exame, designadamente, 6ª, 9ª, 12ª e 13ª devem realizar prova única e especial para a avaliação das competências desenvolvidas ao longo do ano lectivo de 2020, obedecendo o critério de 40% da avaliação contínua e 60% da prova especial.

Já os alunos das classes de transição, designadamente, 1ª, 2ª, 3º, 4ª, 5ª, 7ª, 8ª, 10ª e 11ª realizarão provas de aferição, obedecendo o critério de 40% da avaliação contínua e 60% da prova especial.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.