Camião desgovernado mata 4 pessoas em Luanda

Camião desgovernado mata 4 pessoas em Luanda

Quatro pessoas de diferentes idades morreram e uma ficou ferida, no final da tarde de ontem, em Luanda, em consequência, supostamente, da colisão entre uma motorizada de três rodas, vulgo ‘avô veio’, e um camião carregado de cimento, que terá andado sem ninguém no seu interior.

Entre as vítimas mortais estão uma criança de apenas dois anos de idade e uma mulher em estado de gestação, revelou, à imprensa, o porta-voz dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Faustino Minguês.

A menina de dois anos de idade estava com a sua mãe quando tudo ocorreu, tendo esta sido a única sobrevivente do embate e foi levada de imediato ao Hospital Geral de Luanda, por ser a unidade sanitária de referência mais próxima do local. Faustino Minguês explicou que o camião se encontrava ainda carregado com 70% do seu produto.

Já o inspector-chefe António Paulo, responsável da equipa da Polícia de Trânsito que esteve no local, disse que, em função do choque, os veículos acabaram por atingir as pessoas que se encontravam a comercializar produtos na praça do bairro da Fubu.

Explicou que os dados preliminares apontam que, entre as principais causas do acidente, está o mau estado técnico do veículo e o excesso de velocidade.

“Segundo informações recolhidas aqui, no local, o camião estava parado e as pessoas descarregavam a mercadoria que transportava. Daí, rebentou a botija de ar e o camião foi descendo desgovernadamente, tendo chocado com os motociclos que se encontravam parados”, frisou, acrescentando que “a seguir o camião atropelou as pessoas que se encontravam paradas”.

O oficial aconselha os proprietários de veículos de mercadorias a reverem o seu estado técnico.