Professor de escola de condução detido por cobrar 25 mil Kz para a carta

Professor de escola de condução detido por cobrar 25 mil Kz para a carta

Dois cidadãos de nacionalidade angolana, um formador e outro secretário de uma escola de condução no Uíge, foram detidos por extorsão aos alunos que queiram adquirir a carta de condução

Detidos na última Sexta-feira, em flagrante delito, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) no Uíge, os dois cidadãos, de 28 e 49 anos (secretário e formador, respectivamente), estão a ser acusados de extorquirem os formandos que pretendiam adquirir a carta de condução.

O facto, segundo informações a que o OPAÍS teve acesso, aconteceu numa escola de condução, no bairro Kindenuco, onde os formandos na fase dos exames são obrigados a pagar 25 mil Kwanzas, para facilitar a aquisição da carta, valores estes que não fazem parte do estipulado para a formação.

Em declarações aos órgãos de comunicação social, o chefe Interino do Departamento de Imprensa do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação do MININT/Uíge, Zacarias Fernando, disse que a detenção dos suspeitos foi possível através de uma denúncia de um cidadão, por sinal pai de um dos formandos e, depois de um trabalho apurado, os envolvidos foram flagrados a receber os valores.

Foram ainda apreendidos valores monetários na ordem dos 225 mil Kwanzas, que se encontravam em posse dos infractores, resultantes da extorsão de um total de nove formandos que se preparavam para os exames.

Os implicados foram encaminhados ao Magistrado do Ministério Público para a legalização da situação carcerária.