PAPE vai gerar mais de 83 mil empregos até 2022

PAPE vai gerar mais de 83 mil empregos até 2022

Em Setembro último, por conta das consequências da Covid-19, foi criada uma Estratégia de Continuidade, que retirou o foco do PAPE da formação profissional para a criação de empregos

 

Até ao próximo ano, o Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE), lançado em Outubro de 2019, vai gerar um total de 83.500 postos de emprego para jovens.

A informação foi avançada, ontem, pelo director-geral do Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional (INEFOP), destacando que, apesar das consequências negativas causadas pela pandemia da Covid-19, mais de 1.900 jovens, representando cerca de 15 por cento, estão já a beneficiar das possibilidades oferecidas pelo PAPE.

Citado pelo portal do Governo de Angola, Manuel Mbangui garantiu que, no quadro do programa de microcrédito, foram abrangidos 1.124 empreendedores e mais de 800 já beneficiam deste programa, que também os insere na Segurança Social.

A meta desta acção é a de alcançar mais de dez mil jovens, podendo, cada um, beneficiar a partir de mil dólares (convertidos em kwanza) até a um valor equivalente a 14 milhões de kwanzas, este último a ser disponibilizado, apenas, para os empreendedores associados. O reembolso à entidade bancária começa a ser feito depois de três meses de período de graça, com taxas de juros avaliadas em 1,67 por cento, mensalmente.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.