FAFUSA aborda amanhã estado da modalidade na Cidadela Desportiva

FAFUSA aborda amanhã estado da modalidade na Cidadela Desportiva

A direcção da Federação Angolana de Futebol Salão (FAFUSA), encabeçada por Manuel Patrício Silvestre, aborda amanhã, às 10:00, o estado da modalidade no país, na sede do órgão reitor, sita na Cidadela Desportiva, em Luanda.

Segundo apurou o jornal OPAÍS, a FAFUSA vai apresentar o novo seleccionador, Rui Sampaio, que será substituto de Benvindo Inácio, treinador que apurou a Selecção Nacional à inédita fase final do Campeonato do Mundo, a realizar-se este ano na Lituânia.

O Mundial estava, inicialmente, agendado para 2020, mas o surgimento do novo Coronavírus, “Covid-19”, doença que assola o mundo, obrigou no ano passado o cancelamento do certame.

Durante a conferência de imprensa, o novo treinador da Selecção Nacional vai divulgar a pré-convocatória, tendo em vista o arranque dos trabalhos de preparação para o Campeonato do Mundo.

Indicação de Rui Sampaio cria “pânico” na federação

De acordo com o documento a que este jornal teve acesso, a indicação de Rui Sampaio para técnico da Selecção Nacional masculina de futsal criou instabilidade no seio da FAFUSA, tendo obrigado alguns membros de direcção a renunciarem os cargos.

Deste modo, o documento foi dirigido ao presidente da Mesa da Assembleia-geral, António Simões Alves, com o conhecimento do Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD).

Vice-presidente para as associações para o futsal feminino, Carla Tomás Nogueira; presidente da comissão técnica desportiva, Simão da Silva; vice- presidente da comissão técnica desportiva e coordenador do gabinete de comunicação e imagem, Celso Leandro Paiva; primeiro vogal da comissão técnica desportiva, Joaquim Francisco; vice-presidente do conselho fiscal, Henrique Fernandes e vice-presidente do conselho de disciplina, João Francisco António são os renunciantes.

Na senda desta indicação do novo seleccionador, o presidente da FAFUSA, Manuel Patrício Silvestre, explicou, há um mês, que o técnico Rui Sampaio tem os requisitos estratégicos que foram definidos para orientar o combinado angolano.