Comunidade do Toco dispõe dos livros “Cultura do Provérbio” e “Frases da Alteza Simbólica” do vigário

Comunidade do Toco dispõe dos livros “Cultura do Provérbio” e “Frases da Alteza Simbólica” do vigário

O vigário da Paróquia de Nossa Senhora da Muxima do Toco, da província eclesiástica do Lubango, na Huíla, apresentou nesta Sexta-feira (29) à comunidade leitora da localidade, duas obras literárias com os títulos; “Cultura do Provérbio” e “Frases da Alteza Simbólica”, em acto decorrido no Complexo Escolar Madre Trindade

As duas obras do Padre Belchior Tchihópio, (KANDIMBLÉ) foram produzidas pela Chela Editora, sendo que a primeira com 60 páginas, é um livro académico que traz 371 provérbios escritos em 15 línguas, entre locais e estrangeiras, com destaque para o Umbundo, Nhaneka, Côkwe, Kimbundo, Nganguela, Inglês, Francês, Italiano, Espanhol, Português e Quissuaíli.

De acordo com o autor, esta obra traz para os seus leitores provérbios com grandes significados para a vida dos povos que falam as línguas em que foram escritos, com vista a transmitir conhecimento às novas gerações.

“Os provérbios contam a sabedoria de um determinado povo, por isso, achamos conveniente compilar estes provérbios, para que os nossos leitores possam ter contacto com a realidade africana, nas línguas que o livro contém”, avançou.

Em relação ao título, “KANDIMBLÉ” pseudónimo literário do Pe. Belchior Tchihópio, disse que “Cultura do Proverbio”, foi escolhido pelo facto de estes conferirem maior capacidade discursiva aos seus usuários.

“Muitas vezes encontramos dificuldades em discursar em determinada circunstância, logo, podemos recorrer aos provérbios para dizer muita coisa em poucas palavras”, explicou.

Por sua vez, o livro, “Frases da Alteza Simbólica” que possui 50 páginas, com 375 frases, reflecte, a vida de personalidades das quatro idades históricas, sendo a antiga, média, moderna e a contemporânea.

“As pessoas que falaram nestas frases quiseram ensinar determinados conhecimentos aos que os ouviam naquela altura e ainda a todos aqueles que através das diferentes ferramentas conseguem ouvi-los ainda hoje”, rematou.

O autor

Belchior Tchihópio (KANDIMBLÉ) é Padre da Congregação dos Diocesanos, da Arquidiocese do Lubango, é professor de Língua Portuguesa no Instituto de Ciências Religiosas (ICRA). O autor com 20 anos de carreira, conta com três obras no mercado, sendo “Gotas de Lágrimas, Utopia do Orvalho da Alma e a Inteligência do Médico Chinês, é também professor da Cadeira de Introdução ao Mistério de Cristo, no Seminário Maior Pe. Leonardo Sikufinde.

É laureado em Ciências Eclesiásticas, pela Universidade de São Dâmaso de Madrid-Espanha, e Licenciado em filosofia pela Universidade São Tomás de Moçambique.

João Katombela, na Huíla