Nova nota de 5.000 Kwanzas chega no feriado

Nova nota de 5.000 Kwanzas chega no feriado

Finalmente o Banco nacional de Angola lança a nota de 5.000 Kwanzas da nova Série 2020, no próximo Feriado nacional a assinalar-se no dia 4 de Fevereiro

Em nota, o banco central informa que a operação é um singelo gesto de celebração do aniversário do início da Luta Armada de Libertação Nacional. A nova Série 2020 de notas de Kwanza começou a ser disponibilizada no dia 30 de Julho de 2020, com o lançamento da nota de 200 Kwanzas.

Seguiram-se no Dia do Herói Nacional a de 500 Kwanzas, a 01 de Outubro foi a vez da nova nota de 1.000 Kwanzas, no Feriado da Independência (2.000 Kwanzas), chegando agora a vez da nova nota de 5.000 Kwanzas.

A nota por lançar tem tons lilás e é produzida em substracto de algodão, contendo novos elementos de segurança, entre os quais uma marca d’água, figura do “Pensador”, com projecção para ambos os lados da nota.

Contém ainda um filete de segurança com a imagem multicolorida da máscara Bakama, sendo igualmente identificada na face da nota em formato de selo de segurança com projecção para o reverso.

Outras das principais características são o valor da nota e a sigla “BNA”, mudarem da cor rosa para verde quando a mesma é inclinada e os microtextos, apenas legíveis com a utilização de uma lupa de ampliação.

Aquela que passa a ser a nota de maior valor facial em circulação na economia angolana, presta tributo ao Centro Histórico de M’Banza Kongo, uma cidade classificado pela UNESCO como Património da Humanidade e onde se situa Kulumbimbi, ruínas daquela que é considerada a primeira igreja construída a Sul do Saara e que se destaca pela sua singular arquitectura.

Recordar que a autorização concedida ao BNA pela Assembleia Nacional para a emissão da nova família do Kwanza inclui a possível impressão de uma com valor facial de 10.000 Kwanzas, mas que o banco central protela para eventuais necessidades futuras, principalmente caso a imprevisibilidade do comportamento do mercado venha a exigir tal necessidade.

Importa sublinhar que todas as notas da Série anterior (Série 2012) continuam a ser válidas e devem continuar a ser aceites como meio de pagamento, circulando em simultâneo com as novas notas da Série 2020 até 31 de Dezembro de 2021.

A nova Série 2020 de notas de Kwanza, inspirada na grandeza de Angola independente e em paisagens de beleza única, contém elementos da nossa identidade cultural, simbolizando o nosso percurso como país soberano e valorizando, assim, a nossa trajectória histórica.

A autoridade monetária do país desdobra-se em repetidas campanhas de sensibilização para a melhor utilização e preservação das notas da moeda nacional, por a sua fabricação requerer sempre o uso de divisas, já que a emissão de dinheiro é feita no estrangeiro e logo custa igualmente dinheiro.

A emissão da nova família da moeda nacional é uma decorrência das regras internacionais, que obriga a que os bancos centrais renovem de forma cíclica a massa circulante nas suas economias, como forma de no essencial prevenir a contrafação.

No pedido submetido à Assembleia Nacional há pouco mais de dois anos, o BNA garantira que a operação visava aprimorar os dispositivos de segurança em todas as notas, bem como alterar o substrato das mesmas, resultando em benefícios para quem as usa, tais como maior durabilidade, aumento significativo dos níveis de segurança e melhoria da sua qualidade.