Ministro da Energia e Águas cumpre jornada de trabalho de dois dias nas Lundas

Ministro da Energia e Águas cumpre jornada de trabalho de dois dias nas Lundas

O ministro é acompanhado pelo secretário de Estado das Águas, Lucrécio Alexandre da Costa e os presidentes dos Conselhos de Administração da PRODEL, RNT e ENDE e começa a sua missão com a inauguração do sistema de águas do município do Cuilo, um sistema, que prevê beneficiar, 7.523 habitantes. Sistema esta instalado no rio Txifa com capacidade de 60 m3/ hora e vai permitir 152 ligações domiciliares, 237 ligações por torneiras de quintal e 13 chafarizes de 4 bicas.

De seguida inaugura sistema de abastecimento de águas do Xá-Muteba. Segundo sistema vai abranger uma população estimada em 8.116 habitantes, sendo que a sua captação será no lugar de Kamitobo, com capacidade de 50 m3/hora, igualmente com 53 ligações domiciliares, 335 ligações por torneiras de quintal e 9 chafarizes de 4 bicas.

No município do Lubalo, o governante inaugura do sistema de abastecimento de águas com o mesmo nome, com uma previsão de abastecer 9.580 habitantes, tendo a sua captação no rio Luangama uma capacidade de 50m3/hora e vai permitir ligar 136 sistemas domiciliares, 204 ligações por torneiras de quintal e a construção de 12 chafarizes de 4 bicas.

Dando sequência ao programa previsto, haverá ainda tempo para a inauguração do sistema de abastecimento de águas do Lucapa, estimado para uma população composta por mais de 82 mil habitantes, 795 ligações domiciliares, 5.705 ligações por torneiras de quintal e 61 chafarizes de 4 bicas.

O ministro visita ainda a Central Térmica do Lucapa, a captação de água, o centro de distribuição e ligações domiciliares. Ainda no município do Chitato, inaugura o Laboratório de Análise de Águas do Dundo e o sistema de águas do município do Chitato. Este sistema, em termos técnicos, prevê abranger uma população estimada cerca de 21 mil habitantes, 166 ligações domiciliares, 889 ligações por torneiras de quintal e a construção de 24 chafarizes de 4 bicas.

A delegação ministerial, visita as obras que decorrem no Aproveitamento Hidroeléctrico do Luachimo e a Central Térmica do Dundo. A reabilitação e reforço de potência do Aproveitamento Hidroeléctrico do Luachimo surge no âmbito do aumento da capacidade de energia eléctrica, assumida pelo Executivo angolano, prevendo reduzir e eliminar o défice de energia à cidade do Dundo e de outras cidades circunvizinhas.

O AH Luachimo compreende uma empreitada que pretende passar de 8 MW de capacidade de produção de energia eléctrica para 34 MW a construção de uma nova subestação de 60 KV, a remodelação da estrada de acesso à barragem, reabilitação da antiga Central Hidroeléctrica (futuro museu) e estima-se que irá beneficiar cerca de 10.600 famílias, contando com a geração de 250 empregos nacionais directos para nacionais e outros 150 para expatriados.

Para se finalizar o programa de visitas e inaugurações nesta província, João Baptista Borges, visita a conduta de água bruta da captação do Luachimo e a conduta adutora da captação do Mussungue para o centro de distribuição do Sachindongo.