PIIM provoca detenção de administrador de Cacuso e dois empresários

PIIM provoca detenção de administrador de Cacuso e dois empresários

O Serviço de Investigação Criminal de Malanje no âmbito do combate à corrupcão e outros crimes conexos, no cumprimento do mandado de detenção exarado pelo Ministério Público, constante no processo-crime n.°4500/2020, deteve ontem, na cidade de Malanje, dois empresários e o administrador municipal de Cacuso, Caetano Rita Tinta

Segundo informações apuradas por este Jornal, o administrador está indiciado pelo Ministério Público na prática dos crimes de peculato, recebimento indevido de vantagens, associação criminosa, participação económica em negócios, branqueamento de capitais e abuso de poder.

Sobre o responsável pendem ainda suspeitas de prática de crimes como violação de normas de execução do plano e orçamento, consubstanciado na má gestão de fundos alocados para o apoio às famílias sinistradas (calamidades naturais) e para execução das obras do PIIM.

As fontes indicam que dois empresários, nomeadamente Carlos Molo, 33 anos, e Raimundo Cachuco, 37 anos, também foram detidos, no referido processo-crime por haver fortes indícios dos crimes acima citados.

Realçar que em face das detenções dos implicados, os cidadãos ora detidos foram presentes ao agente do Ministério Público junto do SIC/Malanje, que validou as detenções dos mesmos tendo sido conduzidos ao Estabelecimento Prisional de Malanje.