Editorial: Mau tempo

Editorial: Mau tempo

Têm sido frequentes as notícias sobre a falta de chuva no país. As culturas, em muitas localidades, estão praticamente comprometidas, havendo deslocação de populares de uns municípios para outros, assim como a fome que se alastra.

Em algumas regiões, a chuva começou a dar o ar da sua graça, restituindo alguma esperança para que dias melhores cheguem, mas noutras ela já se constitui também numa forte ameaça.

Ontem, Segunda-feira, o boletim informativo do Instituto de Meteorologia de Angola (INAMET) indicava a probabilidade de ocorrência de chuvas fortes nas províncias do Cunene e do Cuando-Cubango.

Caso se concretizem tais previsões, tendo em conta os casos anteriores, as chuvas que se avizinham poder-se-ão transformar em maldição, o que deverá obrigar as autoridades a esforços suplementares para salvaguardar as vidas e os interesses nas duas províncias acima mencionadas e arredores.