Angola integra Conselho de Auditores Externos da União Africana

Angola integra Conselho de Auditores Externos da União Africana

A Presidente do Tribunal de Contas de Angola, Exalgina Gamboa, foi nomeada para o Conselho de Auditores Externos da União Africana (UA), para um mandato que obedece ao período 2021-2022, visando auditar os exercícios financeiros da organização, durante os anos 2020 e 2021.

Em correspondência datada de 3 de Fevereiro, o vice-presidente da Comissão da União Africana, Kwesi Quartey, afirma “ser uma honra” dar a conhecer a indicação de Angola para o Conselho de Auditores Externos da UA, na sequência de uma decisão do Conselho Executivo, realizado em Outubro do ano transacto.

“Gostaria de aproveitar esta oportunidade para felicitar a República de Angola e aguardamos com expectativa por uma interacção frutuosa e benéfica durante o seu mandato”, frisa o diplomata.

O Conselho de Auditores Externos é constituído pelos Responsáveis das Instituições de Auditoria dos Estados-Membros da União Africana, nomeados pelo Conselho Executivo, oriundos das cinco regiões continentais (Austral, Central, Norte, Ocidental, Oriental).

Na última semana, Angola observou a reeleição da engenheira Josefa Sacko ao cargo de Comissária da União Africana para a Agricultura, Desenvolvimento Rural, Economia Azul e Ambiente Sustentável, assim como as eleições de Pascoal António Joaquim e Wilson Almeida Adão, para o Conselho Consultivo da União Africana sobre a Corrupção,e para o Comité Africano de Peritos sobre os Direitos e Bem-estar da Criança, respectivamente.

Os escrutínios ocorreram no âmbito da realização da 34.ª Sessão da Assembleia da UA (Chefes de Estado e de Governos).