“A rentabilidade da União dos Escritores depende da criatividade da sua gestão”

“A rentabilidade da União dos Escritores depende da criatividade da sua gestão”

O antigo secretário-geral da União dos Escritores Angolanos, Carmo Neto, em entrevista a OPAÍS, afirmou que, para que haja rentabilidade na “casa das letras”, é necessário criatividade por parte da comissão gestora da instituição

Num momento em que os . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta