Editorial: Lixo em Viana

Editorial: Lixo em Viana

Os amontoados de resíduos sólidos existentes nos pontos de transferência do Campo Olímpico, Rádio Viana e Mercado da Sanzala, município de Viana, em Luanda, começaram a ser retirados ontem, Sábado, para o aterro sanitário do Mulenvos. Julieta Ngueve, administradora do distrito da Viana-sede, em declarações à imprensa, informou que o trabalho está a ser efectuado com o apoio de várias empresas privadas que disponibilizaram, para o efeito, camiões basculantes e uma máquina retro-escavadora.

Fez saber que ainda hoje, foi realizada uma campanha de limpeza em todos os bairros do distrito local, contando com o apoio da Associação de Ajuda e Apoio às Famílias Desfavorecidas de Angola (AAFDA), o Núcleo da Juventude Universitária de Viana, e jovens de diversas organizações da sociedade civil.

Por sua vez, o presidente da AAFDA, Ernesto Chongolola, apelou aos munícipes de Viana a participarem nas campanhas. “Não vamos deixar que os outros cuidem do nosso município, nós é que devemos colaborar, principalmente, pensando na nossa saúde”, sublinhou.

O secretário executivo do Núcleo da Juventude Universitária de Viana, Manuel Muati, informou, por seu lado, que no próximo fim-de-semana será realizada uma campanha semelhante, contando com uma maior participação da sua instituição. O município de Viana integra os distritos urbanos do Zango, Baia, Vila Flor, Kikuxi, Estalagem, Vila Sede e a comuna de Calumbo. Falta pouco tempo. Ainda assim, resta saber o que falta. Se se poder dar algum sinal, ou o caminho para Angola tende a esperar algum sinal. Mesmo ténue, ainda, assim, é um sinal de esperança