MEP recruta 984 brigadistas para formalizar economia nacional

MEP recruta 984 brigadistas para formalizar economia nacional

Novecentos e 84 brigadistas vão ser recrutados e formados em todo o país, para registarem os operadores económicos que actuam na informalidade, informou, Sexta-feira, no Luena, o secretário de Estado do Planeamento, Milton dos Santos Reis.

A formação se enquadra no plano de formalização dos produtores nacionais previsto no PRODESI (Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações).

Nessa conformidade, vão ser contratados seis agentes em cada um dos 164 municípios do país, para cadastrarem cerca de 55 mil produtores até ao final do presente ano, contra os actuais nove mil formalizados no portal da produção nacional.

Em declarações à imprensa, no final da sua visita de trabalho de 72 horas à província do Moxico, Milton Reis informou que o objectivo é localizar os produtores, tipos e quantidades de produtos, para beneficiarem dos serviços previstos no PRODESI.

Afirmou que os jovens que farão parte destas brigadas terão meios de transportes, concretamente três motorizadas para cada município, meios tecnológicos para o registo, bem como de subsídio, correspondente ao salário mínimo da função pública.

Durante a sua permanência na província do Moxico, o secretário de Estado deslocou-se aos municípios de Camanongue, Léua e Luacano, onde constatou o andamento dos projectos do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), bem como o Programa de Combate à Pobreza.