Petro de Luanda pode isolar-se na liderança no “baptismo” de Bodunha

Petro de Luanda pode isolar-se na liderança no “baptismo” de Bodunha

No prosseguimento da 13ª jornada, os tricolores partilham a liderança com 22 pontos, os mesmos que tem o Interclube. Caso vença o Cuando Cubango FC, a equipa, agora às ordens de Mateus Agostinho “Bodunha”, isola-se no comando do Girabola 2020/2021

Na estreia de Mateus Agostinho “Bodunha”, novo técnico do Petro de Luanda, os tricolores deslocam- se hoje, às 15:00, à província do Bié para defrontar o Cuando Cubango FC, no Estádio dos Eucaliptos, em partida referente à 13ª jornada do Campeonato Nacional de futebol.

Depois da direcção liderada por Tomás Faria ter demitido o espanhol Toni Cosano, por maus resultados na prova doméstica e na Liga dos Campeões, os jogadores são obrigados a responder de forma positiva à decisão da direcção com uma vitória.

Logo, o triunfo poderá justificar que a onda de desaires é culpa do anterior treinador. Para isso, Thiago Azulão e companheiros terão de correr bastante para conseguirem sair do Bié com os três pontos na bagagem.

A tarefa não é tão fácil como se perspectiva, porque o opositor, que ocupa a oitava posição com 11 pontos, está atravessar um bom momento na maior competição do calendário da Federação Angolana de Futebol (FAF).

Quanto à estreia de Bodunha, está a ser aguardada com muitas expectativas pelos aficionados do futebol. Este facto, obrigará o antigo jogador dos Palancas Negras a lançar para as quatro linhas um conjunto forte no sector defensivo, onde a equipa tem ‘vacilado’ nas últimas rondas e apostar no contra-ataque organizado.

Nas hostes do emblema orientado por Albano César, a palavra de ordem é a vitória para conseguir ascender à sexta posição da tabela classificativa.

Outras partidas

O Bravos do Maquis joga com o Wiliete, no Estádio Mundunduleno, às 15 horas, uma partida que se adivinha bastante renhida.

No Estádio do Ferroviário, o Desportivo da Huíla defronta o Progresso Sambizanga. O Ferroviário do Huambo e Académica do Lobito medem igualmente forças hoje.