1.º de Agosto obrigado a vencer para afastar “pesadelo” das Afrotaças

1.º de Agosto obrigado a vencer para afastar “pesadelo” das Afrotaças

Apesar dos nove jogos em atraso, os militares são obrigados a vencer, hoje, às 15:00, no Estádio 11 de Novembro, o Sporting de Cabinda para fugir da zona da despromoção, bem como para esquecer o caos vivido na Tanzânia

O 1.º de Agosto recebe esta tarde, às 17:00, o Sporting de Cabinda, no Estádio 11 de Novembro, em partida de conclusão da 13.ª jornada do Girabola 2020/2021, Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão.

Depois de ser eliminado na última eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação, o emblema militar é penúltimo colocado com nove pontos, menos dois que opositor que ocupa a última posição.

Deste modo, a equipa às ordens de Paulo Duarte é obrigada a estar com os pés bem assentes no relvado do 11 de Novembro e esquecer o caos vivido na Tanzânia para conseguir mais três pontos e fugir da zona vermelha em que se encontra. Aliás, apesar de ter nove jogos em atraso devido ao engajamento nas Afrotaças, o treinador do tetra- campeão sabe que é imperioso lançar para o onze inicial jogadores que estejam comprometidos em vencer os Leões de Cabinda rumo à conquista do inédito penta, meta traçada pela direcção encabeçada por Carlos Hendrick.

Mesmo a jogar num reduto difícil e diante de um adversário que tem uma defesa bastante compacta liderada pelo internacional congolês, Bobó, o Sporting de Cabinda, sob comando técnico de Emena Kwazambi, de 44 anos, chega à capital do país com o objectivo de surpreender os militares.

Para isso, o técnico poderá apostar no contra-ataque organizado para violar a baliza do 1.º de Agosto, que sofreu apenas três golos em quatro jogos disputados.

Na jornada passada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão, os Leões do Norte perderam três pontos na secretaria da Federação Angolana de Futebol (FAF), por não se deslocarem no dia marcado à província de Benguela para medirem forças frente à Académica do Lobito.

Deste modo, a FAF atribuiu a vitória para formação da cidade portuária do Lobito, que ocupa a sétima posição, com 17 pontos na tabela classificativa.