1.º de Agosto vence Sporting de Cabinda e ascende à décima posição

1.º de Agosto vence Sporting de Cabinda e ascende à décima posição

Ontem, os militares receberam e venceram os Leões do Norte, que ocupam a última posição com sete pontos na tabela classificativa, em jogo de encerramento da 13.ª jornada do Girabola 2020/2021

O 1.º de Agosto, tetracampeão, ascendeu, ontem, ao 10.º lugar do Campeonato Nacional, após vencer, por 2-1, o Sporting de Cabinda, no Estádio 11 de Novembro, em jogo de conclusão da 13.ª jornada do Girabola 2020/2021.

A jogar em casa, a equipa militar, que tem agora oito jogos em atraso, procurou no primeiro quarto de hora assumir as rédeas da partida, pois é que o avançado Mabululu num remate acrobático, aos 12 minutos, fez a bola passar muito perto do travessão da baliza contrária.

Antes dos 30 minutos, ou seja, aos 25, os visitantes ganharam o esférico no seu meio e partiram para o contra-ataque. No momento do último passe, o lateral direito do 1.º de Agosto, Isaac, evitou o pior para os militares.

Deste modo, a formação às ordens de Emena Kwazambi, última com 7 pontos, conseguiu o primeiro canto do encontro, que levou algum perigo para o último reduto do tetracampeão, com a dupla de centrais, formada por Bobó e Bonifácio, a estar bastante compacta.

Aos 39 minutos, o avançado Moya, numa jogada individual, foi travado em falta na grande área pelo defensor do Sporting de Cabinda e o árbitro Paulo Sérgio em cima da jogada assinou penálti.

Na cobrança da grande penalidade, o mesmo Moya falhou, mas o seu colega Mabululu, na insistência, inaugurou o marcador. Apesar de ter defendido o penálti, o guarda-redes do Sporting não esteve bem, porque defendeu a bola para frente, contrariando o ABC do futebol que diz que os guarda-redes devem defender para as laterais.

Reagindo ao tento sofrido, o médio ofensivo Nani ganhou confiança numa jogada de contra-ataque e rematou o esférico que passou bem juntinho do poste esquerdo de Neblu.

Antes do intervalo, o avançado Zini, quando corria para discutir a bola com o adversário, ressentiu uma lesão e caiu no relvado do Estádio 11 de Novembro. De imediato, deu lugar ao Manico, que também saiu por lesão.

A segunda parte do desafio começou com pouca intensidade, porque o 1.º de Agosto estava disposto em gerir o resultado.

Aos 53 minutos, Mabululu aproveitou o ‘canto’ cobrado por Mário e cabeceou a bola para o fundo das redes da baliza do Sporting de Cabinda, que não apresentava argumentos para reduzir a desvantagem de 2-0.

Mas, contra a corrente de jogo, o médio trinco dos Leões do Norte, Lazi, efectou o momento do encontro com soberbo remate do meio campo do 1.º de Agosto e bateu o guarda-redes Neblu, aos 83’.

Apesar do golo tardio, os visitantes ainda tentaram chegar ao empate, mas não tinham arma para estragar a festa dos militares, que conseguiram esquecer o ‘pesadelo’ vivido na Tanzânia para a Taça da Confederação.