Editorial: Dia histórico

Editorial: Dia histórico

Um ano depois de a pandemia da Covid-19 ter sido anunciada ao mundo, tendo como epicentro a China, as suas consequências ainda se fazem sentir.

O rasto de mortes, infecções, desemprego, fome, problemas mentais são alarmantes, aguardando-se a todo o momento o regresso à normalidade. Em alguns países, que começaram há mais tempo o processo de vacinação, assiste-se já a uma diminuição dos casos de infecção e também de mortes, o que acaba por restituir uma certa esperança à própria humanidade.

Em Angola, depois de um ensaio inicial em que se vacinaram cerca de 100 profissionais, recebendo a primeira dose, hoje um grupo maior terá acesso à esperada campanha. À semelhança do que ocorre noutros espaços do mundo, poderemos ter nos próximos meses uma maior certeza de que a Covid-19 não será para sempre.

Ao contrário do Pavilhão da Cidadela, os serviços de saúde irão realizar esta primeira campanha de vacinação no Pavilhão Multiusos do Kilamba.