Secretário de Estado incentiva agricultores a aumentarem produção nacional

Secretário de Estado incentiva agricultores a aumentarem produção nacional

O secretário de Estado do Planeamento, Milton Reis, manifestou, no Uíge, a necessidade de se aumentar a produção nacional, para se evitar a importação dos bens essenciais produzidos localmente e o desperdício de divisas

Milton Reis, que falava num encontro com os agricultores e agentes económicos no município do Púri, disse ser essencial atingir a auto-suficiência alimentar, sobretudo na produção dos produtos da cesta básica e de outros bens essenciais para o consumo interno.

“Os produtores podem aumentar a produção nacional com ajuda do financiamento para aquisição de máquinas agrícolas e contando com os operadores do comércio e distribuição para a intensificação das compras dos produtos nacionais e levar aos centros de consumo”, disse.

O secretário de Estado do Planeamento avançou que o Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI) vai continuar a apoiar no registo dos produtores e na indicação dos documentos necessários para o acesso ao crédito e na divulgação e exposição dos produtos nacionais junto dos compradores.

Referiu que a visita à província do Uíge visa, igualmente, constatar as iniciativas de Combate à Pobreza, o grau de execução do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e o Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI).

Por sua vez, a administradora municipal do Púri, Delfina Henriques, disse que a falta de reabilitação das vias de acesso e a falta de financiamento estão a dificultar o fomento da produção agrícola das 22 cooperativas, 43 associações e a produção nos 670 tanques de peixe, dos quais 45 despovoados (sem peixe).

Milton Reis, que encabeça uma equipa do sector da Economia e Planeamento, iniciou os trabalhos na Quarta-feira no município do Uíge, tendo já passado pelo Songo, Quitexe, seguiu a Negage, Púri, Sanza Pombo e encerra nesta Quinta-feira na sede da província.