Câmara de Comércio Angola-Brasil capacita mulheres angolanas em empreendedorismo

Câmara de Comércio Angola-Brasil capacita mulheres angolanas em empreendedorismo

A Câmara de Comércio Angola-Brasil está desde o ano de 2019 a formar várias mulheres angolanas em matérias de empreendedorismo, no âmbito das boas relações existentes entre os dois países da lusofonia

Sem adiantar o número de mulheres já beneficiadas pela Câmara de Comércio Angola-Brasil, a sua directora, explicou que o objectivo destas acções formativas, é empoderar esta franja da sociedade, de modo que elas alcancem a sua independência financeira.

Camila Cristiane Silveira, disse que em face da situação que assola a vida económica de muitas famílias, com encerramento de várias empresas e o fracasso de algumas iniciativas privadas, trona-se necessário adoptar políticas de resiliência para fazer face à crise económica.

A responsável disse que, faz parte ainda dos objectivos da iniciativa, o alcance dos angolanos à realização profissional concreta e uma forma de crescimento estruturado, para que as mulheres possam desvendar a qualidade que existe dentro de si.

Segundo informou, a ideia é evitar com que as mulheres, sobretudo as jovens, permaneçam no desemprego, por falta desta ou daquela qualificação profissional exigida no mercado de emprego. “Tudo isto, é em prática de uma forma planeada, que por muitas vezes quando não ocorre, são mal enquadrados por não terem habilidades e causando um local de fracasso pessoal”, revelou.

Por outro lado, a nossa interlocutora, informou que apesar de o foco do projecto estar direccionado para as mulheres, a Câmara de Comércio Angola-Brasil, tem trabalhado igualmente com jovens do sexo masculino.

“Não são apenas mulheres, trabalhamos com desenvolvimento ao empreendedorismo mundial a todas as pessoas que estejam dispostas a estar capacitadas para deixarem de apenas estarem mensalmente a se aventurar a negócios momentâneos e sim criar empresas como empreendedores sólidos e estruturados para girar a economia do país”, disse.

Durante a formação, Camila Cristiane Silveira, detalhou que são abordados vários temas ligados ao empreendedorismo, desde a estrutura emocional para empreender, vendas por redes sociais, edições gráficas, gatilhos mentais para venda, atendimento aos clientes, estrutura financeira do empreendedor e tantas outras.

“Todas as Terças-feiras às 19 horas ministro uma aula com um tema por semana ligado ao crescimento e estratégias de como empreender através do meu canal do Instagram, onde nesta semana em homenagem às mulheres teremos convidadas com ensinos valiosos de como crescer no mercado digital e iniciar um empreendedorismo a partir do zero, e finalizaremos com um evento no dia 27 de Março com um panorama geral de como ser um empreendedor rompendo as amarras para o sucesso”, informou.

Durante a entrevista exclusiva concedida a OPAÍS, a directora da Câmara de Comércio Angola-Brasil, revelou que a evidência maior de participantes em acções formativas desta natureza, recai sobre as mulheres, na ordem dos 16%.

João Katombela