Governador do Namibe assegura que execução do PIIM vai melhorar qualidade de vida das populações

Governador do Namibe assegura que execução do PIIM vai melhorar qualidade de vida das populações

Archer Mangueira deu a conhecer que o valor global do PIIM está orçado em 16 bilhões de kwanzas que se vão destinar à construção de escolas, hospitais, vias de comunicação e projectos ligados ao fornecimento de água

O governador provincial do Namibe, Archer Mangueira, disse, ontem, que a implementação e execução dos projectos do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) vão melhorar a qualidade de vida das populações local.

Na província, Archer Mangueira deu a conhecer que o valor global é de 16 biliões de kwanzas destinados à construção de escolas, hospitais, vias de comunicação e projectos ligados ao fornecimento de água.

Ontem, o governante procedeu, no município de Camucuio, a inauguração de alguns equipamentos sociais contruídos no âmbito do referido plano. Ao todo, são oito equipamentos sociais, entre escolas e hospitais inaugurados na província do Namibe, de um total de 93 projectos que compõem o pacote do PIIM naquela parcela do território nacional.

Para a execução destes projectos, o Programa Integrado de Intervenção nos Municípios desembolsou Akz 16.919.073.743,71 (Dezasseis bilhões novecentos e dezanove milhões setenta e três mi setecentos e quarenta e três Kwanzas e setenta e um cêntimos).

Os valores em referência vão servir igualmente para a execução de projectos nos cinco municípios da província para a melhoria das condições de vida das populações.

De acordo com Archer Mangueira, as infraestruturas vão melhorar a qualidade de vida dos habitantes da região, uma vez que longas distâncias à procura de assistência médica. No sector da educação, continuou o governador, as escolas inauguradas vão permitir a inserção de três mil crianças ao sistema de ensino.

“Vamos garantir maior conforto aos alunos que estudavam debaixo das árvores, para que o processo de ensino e aprendizagem possa ser processado sem qualquer constrangimento”, sublinhou.

Sobre sector da saúde, Archer Mangueira disse ser necessário trabalhar ainda mais na municipalização dos serviços, tendo dito que, para o efeito, se torna importante reforçar as infraestruturas com vista a reduzir a pressão que ainda se exerce sobre os centros de referência.

“Já temos pessoal recrutado e medicamentos para as unidades sanitárias. Queremos agradecer a todos que estiveram engajados nesta empreitada”, concluiu.

João Katombela no Namibe