Pérolas africanas falham estágio em França

Pérolas africanas falham estágio em França

A Selecção Nacional sénior feminina de andebol já não irá realizar o estágio pré-competitivo que estava inicialmente marcado em França, com vista a participação na 24.ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN), que se disputa de 10 a 20 de Junho próximo, nos Camarões.

A informação foi avançada, ontem, ao jornal OPAÍS, pelo presidente da Federação Angolana de Andebol (FAAND), José do Amaral “Maninho”.

Na base da tomada desta decisão está o facto de a França encontrar- se em estado de emergência em virtude da pandemia do novo Coronavírus, que continua a ganhar contornos alarmantes na pátria de Emmanuel Macron. Durante a sua intervenção, José do Amaral fez questão de sublinhar que o seu elenco já encontrou alternativas, ou seja, já há um “plano b”.

De acordo com aquele dirigente, a Federação angolana da modalidade tem vindo a intensificar contactos com vários países, a saber: Polónia, Roménia, Hungria e Espanha.

Segundo José do Amaral “Maninho”, as negociações estão no bom caminho, pelo que até à próxima semana o órgão reitor da modalidade anunciará o país onde o combinado angolano irá realizar a segunda etapa de preparação.

O dirigente salientou, ainda, que o sete nacional irá efectuar um estágio no “velho continente” de 30 de Maio a 06 de Junho próximo, período em que a Taça de Angola e Campeonato Nacional já estarão terminados. “Infelizmente não iremos realizar o estágio em França, pelo facto daquele país encontrar-se em estado de emergência. Mas, já temos um plano b. Estamos em contacto com vários países. Até à próxima semana anunciaremos o local onde iremos estagiar”, revelou.

No palco da competição, as comandadas de Filipe Cruz, que procuram o décimo quarto título do seu historial, irão competir no grupo C com as selecções do Congo Brazzaville, Argélia e Cabo-verde, de acordo com o sorteio realizado no dia 31 de Março do corrente ano, isto é, em Yaoundé, nos Camarões.

Recorde-se que Teresa Almeida, Paulina Silva, Eliane Paulo, Ruth João e Liliana Venâncio, Vilma Nenganga, Helena Paulo, Marília Quizelete, Juliana Machado, Natália Kamalandua, Vilma Silva, Natália Bernardo, Dalva Peres, Wuta Dombaxe, Joana Costa, Dolores Rosário, Vera Kiala, Stelvia Pascoal e Magda Cazanga são as jogadoras que irão defender as cores da bandeira nacional no palco da competição, a decorrer nas terras de Roger Milla e Samuel Eto’o.