Vacinação contra a covid-19 chega a mais províncias

Vacinação contra a covid-19 chega a mais províncias

Os 58 técnicos de saúde já se encontram em outras localidades para assegurar o arranque da campanha de vacinação, assim como o material necessário para o início da actividade. Entretanto, o país registou, nas últimas 24 horas, 301 pessoas recuperadas da covid-19, um óbito e 89 novos casos, segundo os dados do boletim da DNSP

A directora Nacional de Saúde Pública, Helga Freitas, que falava na última Sexta-feira, sobre a campanha de vacinação que decorre a nível do país, lembrou que actualmente a campanha é direcionada aos grupos mais expostos em cinco províncias.

Helga Freitas informou que a sua equipa já enviou por via área e terrestre material de vacinação para as províncias da Lunda Sul, Moxico, Lunda Norte, Namibe, Cuando Cubango, Cunene. Contudo para as províncias do Bengo, Zaire, Cuanza Norte, Úige, Malange Bié e Cuanza Norte. O material de vacinação chegou por via terrestre.

No sentido de assegurar todo o apoio técnico a nível das províncias, foi necessário deslocar 58 técnicos de saúde e apoio aos demais colegas. “Garantiu que a partir do dia 12 do mês em curso começa a campanha de vacinação a nível das províncias e os Governos provinciais vão participar activamente”, assegurou.

Entretanto, no sentido de melhorar o processo de vacinação, foi criado uma plataforma para os utentes efectuarem o pré registo e registo, para posteriormente enviarem o lembrete das segundas doses.

Os profissionais de saúde destacados a trabalhar na campanha de vacinação, até o dia nove de Abril, já tinham sido registados três mil e 321 instituições abraçaram o processo.

Pelo facto, até Sexta-feira 245 mil e 442 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra covid-19, de grupo de risco, que corresponde a 63% desta cifra. Segundo apuramos, 153 e 270 pessoas são da província de Luanda, 38 mil e 890 residem em Benguela, 20 mil e 801 do Huambo, 17 mil e 564 da Huíla, 14 mil e 897 de Cabinda.

No que concerne ao sexo, 59% corresponde masculino e 41 feminino. Quanto ao grupo de risco, até Sexta-feira, já tinham sido vacinados 53 mil trabalhadores do sector da saúde, 42 mil e 62 professores, 30 mil e 308 idosos, com comorbilidades associadas, 28 mil e 381 policias, 25 mil e 103 membros das Forças Armadas Angolanas, entre outros grupos.

Um óbito, 89 novos casos e 301 pessoas recuperaram da covid- 19 nas últimas 24 horas

O país registou, nas últimas 24 horas, 89 novos casos da covid- 19 nas províncias de Luanda 81, Cabinda cinco e no Zaire três. As idades dos infectados variam de um mês aos 66 anos, sendo 49 do sexo masculino e 40 feminino, segundo os dados do boletim epidemiológico da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP) divulgado ontem, Sábado, 10 do ano em curso.

No mesmo período foi reportado um óbito, na província de Luanda, de um cidadão de 59 anos, de nacionalidade angolana. Contudo , 301 pessoas recuperaram da pandemia de covid-19, entre os quais 295 em Luanda, quatro na Huíla, Benguela e Malange registaram uma recuperação cada, com idade compreendidas de um aos 78 anos.

Ainda ontem os laboratórios processaram duas mil e 414 amostras por RT-PCR ,originando o cumulativo de 454 mil e 946 amostras processadas, com uma taxa de positividade de 5.1%. Por outra, nos pontos de entrada e saída da província de Luanda foram atendidos na base de testes rápidos serológicos 156 utentes com o complemento do antigénio nos casos reativos.

Nesta senda, o quadro epidemiológico da pandemia a nível do país registou até ontem 23 mil e 331 casos positivos da covid- 19, 550 óbitos, 21 mil e 890 pessoas já recuperaram, sendo que 84 ainda estão internadas e 891 se encontram com os resultados activos.

Entre os activos, dois estão críticos, 11 graves, 41 moderados, 30 leves e 807 assintomáticos. Segundo os dados da DNSP, estão a ser acompanhadas em quarentena institucional 38 pessoas e em vigilância epidemiológica se encontram mil e 133 contactos.