1º de Agosto acerta últimos detalhes no França Ndalu

1º de Agosto acerta últimos detalhes no França Ndalu

No “tapete verde” do Estádio França Ndalu, no bairro Cassequel, em Luanda, o 1º de Agosto, clube central das Forças Armadas Angolanas acerta, esta manhã, a partir das 8:30, os detalhes técnicos e tácticos, com vista o embate de amanhã com o Recreativo da Caála do Huambo, no Estádio 11 de Novembro, a partir das 17:00.

Em caso de vitória diante dos “caalenses”, os militares irão ascender à primeira posição com 32 pontos, relegando, deste modo, o Bravos do Maquis para o segundo posto com 31.

Mas, os rubro-negros estão cientes de que terão de disputar o desafio com o clube do Planalto Central como se de uma final se tratasse, uma vez que os comandados de David Dias vão “comer a relva” do princípio ao fim para regressarem ao Huambo com os três pontos na bagagem.

Por conta disso, o treinador Paulo Duarte vai privilegiar, na sessão, a transição defensiva, agressividade no momento da perda da bola, posicionamento na fase de construção, sem descurar a questão psicológica.

Após as sessões de treino, o treinador português, Paulo Duarte, de 52 anos, fará o lançamento da partida em conferência de imprensa, isto é, a partir das 11:00. De realçar que este encontro não se realizou na data marcada pela Federação Angolana de Futebol (FAF), devido à quarentena institucional a que a equipa militar foi submetida pelas autoridades sanitárias do país, depois de ter defrontado o Kaizer Chiefs da África, país onde a pandemia da Covid-19 continua a fazer muitas vítimas.

Na tabela classificativa, o Recreativo da Caála figura na sexta posição com 21 pontos, resultante de quatro vitórias, nove empates e apenas uma derrota. Na prova rainha do desporto nacional, o clube fundado em 1944, tem um registo de 15 golos marcados, bem como seis golos sofridos.