Escola Macovi Sport tira jovens da delinquência

Escola Macovi Sport tira jovens da delinquência

O presidente da Escola Macovi Sport e mentor do projecto, Marceliano Correia Victor, disse a O PAÍS que a sua organização, fundada no dia 26 de Julho de 1999, foi criada com o objectivo de combater os problemas sociais, entre os quais a delinquência juvenil.

Por este motivo, Marceliano Correia Victor assegurou que a escola massifica, desenvolve e divulga o desporto nos diversos escalões, ajudando assim o país nesta vertente social.

O mentor do projecto, localizado no parque infantil Augusto Ngangula, no Bairro Popular, em Luanda, num espaço cedido pela administração do distrito do Neves Bendinha, revelou que a escola sobrevive com os apoios de algumas empresas que operam no país. “As mesmas empresas colaboram de diferentes maneiras, permitindo que as várias actividades planeadas no clube, quer a nível provincial, nacional e internacional, se concretizem”, reconheceu Marceliano Correia Victor.

O presidente da escola mostrouse feliz pelo facto de o seu projecto ter também filiais nas províncias do Uíge, Lunda-Sul e Cunene, no desporto-ciência.

O clube possui dez modalidades, com o destaque para o xadrez, principal cartão de visita, ciclismo de estrada, karaté-dó, judo, futebol salão (futsal), andebol, basquetebol (em feminino e masculino), ténis de mesa, hóquei em patins e futebol de praia. “

A direcção é composta por 24 membros reconhecidos e respeitados em todo país. Aliás, o grupo trabalha em prol do desenvolvimento do desporto nas comunidades”, reiterou. No princípio deste mês, em Luanda, a mestre Fide Ednasia Júnior, atleta desta agremiação venceu o torneio feminino “Março Mulher”.