Interclube e 1º de Agosto lutam pela última vaga à final do Unitel-Basket

Interclube e 1º de Agosto lutam pela última vaga à final do Unitel-Basket

Depois de empatar o play-off , a melhor de três, das meias-finais do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol, os polícias tentam, esta tarde, afastar os militares da final

O Pavilhão 28 de Fevereiro, em Luanda, estará ao rubro hoje, às 17:00, quando o Interclube e o 1º de Agosto discutirem o passe à final, em jogo referente à terceira e última partida do ‘play-off ’, a melhor de três, das meias-finais do Unitel-Basket, Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol.

A jogar no seu reduto, os polícias, às ordens de Raúl Duarte, vão procurar tirar proveito deste aspecto e voltar a explorar o jogo interior, os lançamentos livres de dois pontos, bem como o jogo exterior para garantir o apuramento para a final da maior festa da bola ao cesto.

Ainda assim, Raúl Duarte será obrigado a pedir aos seus pupilos para não perderem a concentração em cada período de jogo, que tem a duração de 12 minutos, sob pena de serem surpreendidos e frustrar o sonho dos adeptos, bem como dos sócios que almejam esta tarde um triunfo.

Nas hostes dos militares, a palavra de ordem é repetir a proeza da primeira jornada em que a equipa orientada por Manuel Sousa “Necas” venceu os donos de casa, por 78-77. Aliás, Felizardo Ambrósio, Hermenegildo Santos e companheiros sabem que é imperioso puxar dos galões para conseguirem a vitória e consequente passe à final, onde já se encontra o seu arqui-rival, o Petro de Luanda, de modo a lutar pela conquista do título do Campeonato Nacional sénior masculino da bola ao cesto.

Petro aguarda adversário

Depois de conseguir o passe à final do Unitel-Basket, o Petro de Luanda, enquanto aguarda o adversário, aprimora os aspectos técnicos e tácticos para começar com uma vitória no playoff , cujo arranque está aprazado para a próxima Terça-feira, às 17 horas.

Nas meias-finais, o conjunto do Eixo-Viário, comandado em campo por Carlos Morais, venceu os dois encontros em que defrontou a sua equipa B por 90-53 e 123-55. No Campeonato Nacional anulado face à Covid-19, doença que está assolar o mundo, o Petro de Luanda, detentor da prova, liderava com 49 pontos, seguido do 1º de Agosto e Interclube ambos com 44, ao passo que o Clube Desportivo Kwanza ocupava a última posição com 30 pontos.