Munícipes do Lubango ganham infraestrututras do PIIM

O município do Lubango ganhou, ontem, duas novas escolas, um centro de saúde e uma casa de velório, inauguradas no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM)

As duas escolas, de sete salas cada, são do ensino primário, com capacidade de albergar 490 alunos. Uma foi erguida no bairro da Tchavola, orçada em 149 milhões, 989 mil e 994 Kwanzas e outra no Conjenje, que custou 153 milhões, 986 mil e 806 Kwanzas, cujas obras duraram seis meses.

Foram entregues ainda a Casa de Velório da Mitcha e o cemitério do Mutundo, reabilitados e ampliado, num orçamento de 179 milhões, 215 mil e 365 kwanzas, bem como um centro de saúde no bairro do Tchioco, construído e apetrechado com o valor de 96 milhões, 963 mil e 954 kwanzas.

O centro com a capacidade para atender 80 pessoas por dia, possui banco de urgência, sala de parto, consultórios médicos, pediatria, fisioterapia, puericultura, salas de observações, farmácia, entre outros serviços.

Ao falar após inauguração das infra-estruturas, o administrador do Lubango, Armando Vieira, destacou a importância das infraestruturas, pois vão aliviar os problemas sociais da população.

Exemplificou que só no Tchioco, a população tinha apenas um posto de saúde com duas camas e hoje evoluíram para centro com 20 camas.

“A ideia passa sempre em organizar a periferia, para descongestionar os hospitais de referência”, declarou.

O PIIM no Lubango conta com uma carteira de 21 projectos, dos quais 15 já estão concluídos e inaugurados, orçados em cinco mil milhões, 285 milhões, 212 mil e 178 kwanzas.