Editorial: Abril, chuvas mil

Editorial: Abril, chuvas mil

Catorze mortos é o resultado provisório da chuva que caiu ontem sobre a cidade de Luanda, em quase toda a sua extensão, provocando danos ainda não revelados pelo Serviço de Protecção Civil e Bombeiros.

Na última enxurrada, já havia falecido uma senhora, por sinal zungueira, depois de se ter apoiado num poste de energia em que acabou electrocutada.

Há muito que se sabe que Luanda não está preparada para a chuva que recebe, acabando inundada em pouco tempo, tudo porque os canais que serviriam para o escoamento destas águas acabaram também invadidas por populares, muitos dos quais provenientes do interior do país durante a fase mais difícil do conflito armado.

Trata-se de um problema cujo epílogo tarda, porque a solução para se debelar a inundação em muitos bairros só será possível também com a deslocação de alguns populares que construíram sobre as antigas passagens de água.