Endiama Mining e Fundação Brilhante transferem sede para a Lunda-Norte

Endiama Mining e Fundação Brilhante transferem sede para a Lunda-Norte

O processo de transferência das sedes da Endiama Mining e Fundação Brilhante , do grupo Endiama E.P, de Luanda para a Dundo (Lunda-Norte), vai ser concluido, este ano, no quadro da descentralização dos serviços desenvolvidos pelo Ministério dos Recursos Mineiras, Petróleo e Gás (Mirempt)

A Endiama Mining e Fundação Brilhante transferem as suas sedes oficialmente para Lunda Norte nesta Quarta-feira, 21 que passará a controlar 17 participações em diferentes minas instaladas nas duas Lundas (Norte e Sul).

O anúncio foi feito pelo ministro dos Recursos Mineiras, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, por ocasião do “27 de Abril”, dia do Trabalhador Mineiro.

A Endiama Mining é o braço operacional da Endiama E.P e da Fundação Brilhante, que há muitos anos vinha a operar em Luanda.

Com a conclusão deste processo, o sector aproxima a empresa concessionária das zonas de exploração e torna o grupo auto-suficiente na produção de diamantes.

“ Como prometemos, iremos, finalmente, concluir a transferência”, adiantou Diamantino Azevedo, na mensagem dirigida ao trabalhador mineiro.

Para Diamantino Azevedo, o lema deste ano “ O Papel do Trabalhador Mineiro no Desenvolvimento Sustentável do País”, destaca o carácter resiliente deste trabalhador como “activo valioso para o sucesso da actividade mineira em prol do desenvolvimento da economia nacional e da melhoria da qualidade de vida do nosso povo”.

O governante realçou ainda que, deste modo, estão a cumprir, o Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022, que estabelece objectivos e metas importantes para a prospecção e exploração de vários mineiros existentes em Angola.

Digressão pelo Leste e Sul do país

O acto central das celebrações do “Dia Nacional do Trabalhador Mineiro” acontece no dia 27 de Abril, na Huíla, sendo que o ponto alto será a inauguração do laboratório do Instituto Geológico da província e do Centro Tecnológico e de Valorização de Rochas Ornamentais de Angola.

O ministro Diamantino Azevedo, inicia, na manhã de hoje, uma digressão a cinco províncias do país, em cumprimento das jornadas de celebração do “Dia Nacional do Trabalhador Mineiro”, que se assinala a 27 do mês em curso.

As actividades de celebração desta data tiveram início ontem, com um encontro entre o ministério e as mulheres ligadas às Geociências e Geoengenharias. Seguiu- se, na tarde do mesmo dia, o lançamento da revista técnica e científica da Sociedade Mineira de Catoca, onde se pretende divulgar informações sobre o sector mineiro.

Porém, é nesta Terça-feira que o titular do Mirempet vai deslocar-se à região norte, começando com um encontro de cortesia com o governador do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho.

Posteriormente, Diamantino Azevedo irá visitar a Mina de Manganês, da Sociedade MN Kitota, em Malanje, seguindo-se um encontro com os operadores mineiros da província.

O dia 21, quarta-feira, está reservado para a inauguração da sede da Endiama Mining e da Fundação Brilhante, na cidade do Dundo, Lunda Norte, e à visita a Rainha Mwana, de Cafunfo, onde também serão inaugurados alguns empreendimentos sociais.

O programa da actividade prevê ainda a ida do governante à província vizinha da Lunda Sul, onde vai manter contacto com as empresas do subsector dos diamantes naquela região.

Na cidade do Lubango, Diamantino Azevedo vai inaugurar o laboratório do Instituto Geológico da Huíla e o Centro Tecnológico e de Valorização de Rochas Ornamentais de Angola.

Além de outras actvidades, terá lugar a Expo-Rochas 2021, com a exibição de rochas ornamentais e máquinas pelas empresas do ramo que actuam naquela província.

O 27 de Abril de 1985 foi institucionalizado o Dia do Trabalhador Mineiro Angolano. A data será marcada com a inauguração de uma mina de manganês (Malanje) e de diamantes, a nível local, ainda não anunciado.

Dumilde Fuxi