REMPE vai identificar unidades comerciais não visíveis

REMPE vai identificar unidades comerciais não visíveis

O Instituto Nacional de Estatística (INE) realizou ontem, terça-feira 20, no seu edifício sede, a conferência de imprensa sobre a terceira fase da recolha de informação financeira das empresas que actuam no sector agropecuário e pescas, a luz do REMPE 2020 / 2021. Na última etapa serão identificas as empresas sem letreiros ou placa, que exercem actividade comercial

No discurso de abertura, a directora- gera l do INE, Chaney Rosa John, referiu que o Recenseamento de Empresas e Estabelecimentos (REMPE) faz parte de um conjunto de recenseamentos que poderão contribuir para reformar os Ficheiro de Estatísticas Empresariais e as Contas Nacionais e conformá-los aos novos desafios do país.

A responsável ressaltou, na ocasião, que o recenseamento já em curso “poderá conceder ao país uma imagem mais holística e clara do tecido empresarial, com informações mais descritivas, como é o caso desta fase, que tem no centro da recolha às informações financeiras”.

A última etapa do REMPE vai acontecer no período entre 22 de Maio e 22 de Junho do ano em curso, estando previsto que, nesta fase do processo, a recolha esteja focada em dados das empresas e estabelecimentos não visíveis, ou seja, sem letreiros ou placa de identificação, a desenvolverem actividades.

A directora-geral apelou a envolvência e engajamento de todas as forças, como os empresários, a colaborarem e cooperarem para que juntos se alcance mais uma missão estatística de capital envergadura para a nação.

O REMPE consiste na recolha, tratamento, análise e difusão de dados sobre todas as empresas e estabelecimentos, visíveis e fixos, que exerçam a actividade económica no país, independentemente da sua situação legal.

Com o processo de identificação de empresas e estabelecimentos com actividade económica, o Executivo espera melhorar o conhecimento sobre o sector informal e sua ramificação ao nível do tecido empresarial, disponibilizar informações específicas para a produção das contas nacionais e calcular a dimensão média das empresas por volume de negócio, pessoal ao serviço e outras variáveis.