Cecília Meireles declamada por Kaio Carmona no Espaço Palavra de Poeta do CCBA, em Luanda

Cecília Meireles declamada por Kaio Carmona no Espaço Palavra de Poeta do CCBA, em Luanda

A Poesia de Cecília Meireles, na voz do poeta e escritor brasileiro, Kaio Carmona, chega hoje, às 10 horas, ao auditório do Centro Cultural Brasil – Angola, em Luanda, num espaço denominado Palavra de Poeta

O projecto também conhecido como Canal de Poesia, que visa valorizar e manter o gesto da leitura, o gosto pelo recitar e declamar em voz alta, uma iniciativa de Kaio Carmona, professor-leitor na Universidade Agostinho Neto. Cecília Meireles, que será declamada neste Canal, nasceu no Rio de Janeiro, a 7 de Novembro de 1901, tendo faleceu a 9 de Novembro de 1964, no mesmo Estado.

Foi jornalista, pintora, poeta, escritora e professora, um nome canônico do modernismo brasileiro e uma das grandes poetas da língua portuguesa. Cecília é amplamente considerada a melhor poeta do Brasil, pese embora tenha combatido a palavra poetisa por causa da discriminação do género. Como poeta, o seu estilo era principalmente neo-simbolista e os seus temas, incluíam tempo efêmero e vida contemplativa.

Como professora, fez muito para promover reformas educacionais e defendeu a construção de bibliotecas infantis. Entre 1935 e 1938, leccionou na universidade de curta duração do distrito federal do Rio de Janeiro. Já Kaio Carmona, a voz do recital desta Quinta-feira, Carmona licenciou-se em Letras em 2002, pela UFMG, onde também se tornou Mestre e Doutor em Estudos Literários.

É autor do livro Um lírico dos tempos (2006), uma reunião de ensaios sobre a obra do poeta Vinicius de Moraes, de quem é grande admirador. Pela Editora Scriptum, lançou dois livros de poemas: Compêndios de Amor (2013) e Para quando (2017).