Novo presidente da Tanzânia planeia corte de imposto de renda e outras mudanças económicas

Novo presidente da Tanzânia planeia corte de imposto de renda e outras mudanças económicas

O novo presidente da Tanzânia, Samia Suluhu Hassan, disse, no Sábado, que o governo reduziria a taxa de imposto de renda em 1 ponto percentual, para 8%, no ano financeiro de 2021/22 com início em Julho, e também planeava remover “impostos e encargos hostis aos tanzanianos”

Hassan, que assumiu o cargo em Março após a morte do presidente John Magufuli, disse no discurso do Dia do Trabalho na região Norte de Mwanza que a pandemia Covid-19 afectou o crescimento económico global e que a economia da Tanzânia não foi poupada.

As suas observações foram o mais recente reconhecimento do Coronavírus, em total contraste com as negações do seu predecessor Magufuli, que era o cético Covid-19 mais proeminente de África. No mês passado, Hassan anunciou que estava a formar um comité para pesquisar se a Tanzânia deveria seguir o curso feito pelo resto do mundo contra a pandemia.

“Devido às medidas que estou a planear tomar para remover impostos e encargos hostis aos tanzanianos, as receitas fiscais diminuirão por um curto período e depois aumentarão”, disse ela no Sábado.

A nova presidente indicou em discurso público, desde que assumiu o cargo em 19 de Março, que também buscará melhorar o clima de investimento no país de quase 60 milhões de pessoas. Sob Magufuli, o investimento estrangeiro directo despencou e os investidores reclamaram de um ambiente de negócios difícil.