Mira King lança “Granda Ressaca” para lembrar dos “bodas” pré-pandemia

Mira King lança “Granda Ressaca” para lembrar dos “bodas” pré-pandemia

Mira King saiu de Angola para rumar a Portugal, em 2003, tinha na altura 11 anos. Hoje, a viver em Londres, o cantor de afrobeat quer ampliar a popularidade que já teve ao lançar hits como “Paculamento”, “Toca Dj”, “Pemba” e “Batukada”.

Agora, Mira lançou “Granda Ressaca”, produzida por D’Cantwo Júnior, que invoca memórias de grandes “bodas” de noitadas em discotecas, de uma época pré-pandemia.

O objectivo é levar o público à mesma vibe de antigamente e pôr toda a gente a dançar. Vindo das “Cs” do Bairro Nelito Soares, no Rangel, King passou pela Quinta do Conte, onde deixou fluir a sua essência artística. Foi no seu sótão que começou as primeiras produções, empurrado também pela herança artística que lhe foi passada pela família.

Essas primeiras experiências começaram com os grupos Staff da Kebrada, em 2008, e logo de seguida com os FlowBoyz, com quem acabou por ganhar algum destaque.